Salvação da lavoura

19 de abril de 2022
A guerra europeia é uma coisa. Já a salvação da lavoura brasileira, principalmente dos campos de soja e milho, é outra completamente diferente.

Há dois meses, mais precisamente em fevereiro, o presidente Jair Bolsonaro viajou à Rússia, onde se reuniu no Kremlin com o presidente Vladimir Putin.

O encontro entre os dois chefes de estado havia sido agendado em dezembro de 2021, quando ainda não se falava na possibilidade do ataque russo à Ucrânia.

Uma das pautas da reunião foi o fornecimento de potássio ao Brasil, fertilizante do qual nossa lavoura é superdependente.

A ida de Bolsonaro a Moscou foi criticada pela imprensa brasileira, porque nessa época a invasão da Ucrânia já parecia certa, como acabou se materializando.

Ontem, a Forbes publicou uma matéria com o seguinte título:

Navios com fertilizante russo chegam ao Brasil, apesar de sanções.”

São 24 embarcações com quase 700 mil toneladas de insumos, em sua maioria, de cloreto de potássio.

Isso deverá representar a salvação da lavoura brasileira.

Trata-se de uma excelente notícia.

Mesmo tendo iniciado uma guerra de agressão contra seus vizinhos ucranianos, os russos continuam vendendo gás natural, petróleo e carvão para a Alemanha, país membro da OTAN que está fornecendo armamentos e munições para a nação agredida.

A guerra europeia é uma coisa. Já a salvação da lavoura brasileira, principalmente dos campos de soja e milho, é outra completamente diferente.

Misturar as coisas seria péssimo para o Brasil.

Ivan Sant’Anna

Nota do editor: É com a sua visão peculiar sobre as dinâmicas do mercado financeiro que Ivan Sant’Anna nos apresenta uma nova perspectiva a respeito dos movimentos da política e seus desdobramentos, no Brasil e no exterior. A partir do conteúdo da série “Warm Up PRO”, a cargo do Ivan, você poderá tomar as melhores decisões para ser mais bem-sucedido nos investimentos. Clique aqui para conhecer.
 

Conheça o responsável por esta edição:

Ivan Sant'Anna

Trader e Escritor

Uma das maiores referências do mercado financeiro brasileiro, tendo participado de seu desenvolvimento desde 1958. Atuou como trader no mercado financeiro por 37 anos antes de se tornar autor de livros best-sellers como “Os Mercadores da Noite” e “1929 - Quebra da Bolsa de Nova York”. Na newsletter “Mercadores da Noite” e na coluna “Warm Up PRO”, Ivan dá sugestões de investimentos, conta histórias fascinantes e segredos de como realmente funciona o mercado.

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240