Do Mercado #32: Juntos em 2022

27 de dezembro de 2021
Na última edição do ano de 2021, Rodrigo Natali agradece você por acompanhar a série da Do Mercado, desejando que 2022 seja um ano com melhores expectativas e muitos progressos.
 

Bem-vindo (a) a mais uma edição da Do Mercado!


Essa é última edição da Do Mercado do ano de 2021, uma edição especial para agradecer a você que acompanha a série e a Inversa.

A série Do Mercado foi o primeiro piloto de Rodrigo Natali que deseja passa uma visão de quem já foi um gestor e trader do mercado, sem a visão óbvia de jornal e repetitivas. 

E para o próximo ano, Natali e nós da equipe Inversa, planejamos expandir o grupo de Telegram da Do Mercado e abir o acesso gratuito com intuito de gerar mais interação e construção conjunta para a nossa newsletter. 

E também, construir cada vez mais uma série semanal gratuita que vá de encontro com o que você leitor tenha interesse e gostaria de entender sobre o mundo financeiro. 

A ideia é que a série seja um canal direto entre o criador e equipe da Do Mercado com você leitor! Sempre ressaltando a visão mais macroeconômica de característica menos micro, observando e acompanhando o mercado como um todo

Não somente o mercado local, mas também o mercado global. De modo a tornar a série cada vez mais relevante e útil para todos. 

 

 

Este ano de 2021 foi de aspecto totalmente atípico, com grandes erros sobre a política monetária em nosso país, no Brasil. Erros gigantescos cometidos por economistas.

Imaginar que no primeiro focus do ano os economistas esperavam que o IPCA do ano de 2021 iria fechar em 3%, mas, eles erraram em 200% e fechará acima de 10%. A previsão para o dólar estava em um fechamento de R$ 4,50 e ele fechará em cerca de R$ 5,70. Muitas pessoas acreditavam que a bolsa fecharia em 150 mil e a bolsa está fechando em 105 mil. 

E nós aqui da Inversa, começamos o ano de 2021 com um pouco mais de pessimismo, orientando a focar na compra do câmbio, para ficar fora de ativos de riscos.

E agora, entrando em 2022, seguimos bem mais otimistas, acreditando que o dólar irá cair e que a bolsa irá subir.

Este foi um ano de evolução para essa série, para a Inversa, para a Inv e para as nossas opiniões mais particulares que foram maturando e mudando ao longo do ano, e você que acompanhou a série, provavelmente sentiu e percebeu muito desses aspectos. 

Eu, Rodrigo Natali, tenho a confiança que esse novo ano será bem melhor! 

Essa expectativa se devido aos fatos que foram acontecendo conforme o ano de 2021 foi fluindo.

Novamente agradeço e desejo-lhe um excelente ano para você e para seus queridos, para nós e para nosso país! 


Um abraço,

Rodrigo Natali.

Conheça o responsável por esta edição:

Rodrigo Natali

Estrategista-Chefe

Rodrigo Natali tem graduação e MBA pela FGV. É especialista em câmbio e macroeconomia, tem 25 anos de experiência no mercado financeiro, tendo passado por diversas instituições nacionais e internacionais onde exerceu a profissão de trader e gestor de fundos de investimento multimercado.

A Inversa é uma Casa de Análise regulada pela CVM e credenciada pela APIMEC. Produzimos e publicamos conteúdo direcionado à análise de valores mobiliários, finanças e economia.
 
Adotamos regras, diretrizes e procedimentos estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários em sua Resolução nº 20/2021 e Políticas Internas implantadas para assegurar a qualidade do que entregamos.
 
Nossos analistas realizam suas atividades com independência, comprometidos com a busca por informações idôneas e fidedignas, e cada relatório reflete exclusivamente a opinião pessoal do signatário.
 
O conteúdo produzido pela Inversa não oferece garantia de resultado futuro ou isenção de risco.
 
O material que produzimos é protegido pela Lei de Direitos Autorais para uso exclusivo de seu destinatário. Vedada sua reprodução ou distribuição, no todo ou em parte, sem prévia e expressa autorização da Inversa.
 
Analista de Valores Mobiliários responsável (Resolução CVM n.º 20/2021): Nícolas Merola - CNPI Nº: EM-2240